Curso Prático de Mangá – Passo a Passo – Vol 05

CURSO PRÁTICO DE MANGÁ PASSO A PASSO – VOLUME 5

Curso de desenho de Arthur Garcia, focado no quadrinho japonês, tem um novo volume editado.

Dando continuidade ao Curso Prático de Mangá Passo a Passo, neste quinto volume da série, o mestre Arthur Garcia dedica grande parte dele ao ensino do desenho de casais, a interação entre os pares (beijos, abraços, mãos entrelaçadas), visto as histórias românticas serem recorrentes no estilo mangá, principalmente nos segmentos dirigidos para o público feminino, chamados originalmente shojo (para meninas e adolescentes) e josei (para adultos).

Outras duas partes do volume são dedicadas aos robôs, este tema também muito comum no mangá, e ao terror. Por fim, há um capítulo inteiro voltado a um tópico técnico que é a aplicação de retículas computadorizadas nos desenhos.

Em todo o volume prevalece a apresentação feita passo a passo, com ilustrações, além de dicas espalhadas pelas páginas e com questões destacadas que são mostradas no formato pergunta/resposta, e cada questão tem ligação ao assunto publicado da página, assim havendo maior interação entre o aluno/leitor, o professor e o curso.

Para complementar o aprendizado das lições contidas neste e nos demais volumes, o aluno/leitor poderá adquirir um caderno de exercícios, com folhas destacáveis e impressas em azul, criado especialmente pelo autor, para facilitar a prática daquilo que ensinou no decorrer dos seis volumes deste curso.

* * *

CURSO PRÁTICO DE MANGÁ PASSO A PASSO – VOLUME 5

Editora: Criativo

Autor: Arthur Garcia

ISBN 978-85-64249-10-3

Formato: 17 x 24 cm, lombada quadrada

96 páginas

Email: editora@criativo.art.br

ARTHUR GARCIA

Seu traço inaugurou a série Street Fighter, da Escala, também está em Changeman e Maskman, da Abril, e em Blue Fighter, da Trama. Fez Pulsar (Escala) e Piratininga (Vidente). No começo dos anos 1990, morou três anos na Europa, época em que publicou Os Cruzadinhos e Jeroen et Klass no jornal belga Gazette Van Machellen, e levou o prêmio O Mosquito, em Portugal, como Melhor Desenhista; de volta ao Brasil, ilustrou livros didáticos e venceu o troféu Angelo Agostini duas vezes: em 1994, como roteirista, e no ano seguinte, como desenhista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: