Shoujo Search – Black Bird

  E é com essa pergunta deveras intrigante e instigante que eu começo mais uma ShoujoSearch. Muito prazer, eu sou a colunista Pikachu-san e estarei todos os meses aqui na Rádio Animix dando dicas de mangás do estilo shoujo para vocês.

 Como já tinha comentado ao final da coluna passada, esta coluna será um especial-surpresa. Estes tipos de coluna serão cada vez mais frequentes, variando entre mangás mais desconhecidos e aqueles que estão sendo lançados no Brasil. Comecei com Kaichou Wa Maid-Sama, que felizmente teve uma grande recepção por parte dos leitores, e agora começamos com mais um sucesso no quesito shoujo.

  Indo ao assunto…

  Ao término da coluna de Maid-Sama já estava pensando sobre uma coluna futura deste mesmo estilo. Vários nomes de sucesso vieram a minha mente, mas no atual momento do próprio mangá não só no Brasil, mas também no Japão foram marcantes para a minha escolha final.

  Porque a escolha?

  Porque é uma história interessante, marcante e principalmente instigante. Agrada de adolescentes apaixonadas a adultas mais realistas quando o assunto é amor, mas que também não deixam de pensar no homem perfeito.

E como descobriu?

Acredito que tenha lido o primeiro capítulo há quase 2, 3 anos, mas na época infelizmente o site já tinha deixado de postar essa história. Mas fiquei extremamente feliz quando soube que o mangá seria publicado no Brasil e que finalmente poderia acompanhar aquela história que já tinha me conquistado logo na primeira impressão.

  ShoujoSearch apresenta Black Bird.

  Ficha Técnica:

  Mangá escrito por Kanoko Sakurakoji e publicado desde 2007 até hoje semanalmente na revista Betsucomi. Seus volumes compactados são publicados pela editora Shogakukan no Japão, pela Viz Media nos Estados Unidos e Canadá desde 2009 e pela editora Panini no Brasil desde 2010.

  A história é do estilo shoujo sobrenatural com elementos de uma comédia romântica escolar, embora seu foco não seja a vida escolar das personagens.

  Em 2009, a história foi escolhida como a melhor da categoria shoujo no Shogakukan Manga Award.

  Um pouco sobre a autora:

  Kanoko nasceu na cidade de Tokyo no Japão no dia 11 de agosto sendo do signo de Leão.

  Seu primeiro trabalho foi escrito em 2001 e lançado na Shogakukan no mesmo ano. Com o título Suzu-chan no Neko, o mangá de apenas dois volumes é um shoujo com um tipo de romance mais leve. A autora ainda escreveu mais dez histórias, todas elas tendo o romance e a comédia como pontos chave em sua carreira.

  Black Bird é sua história de maior sucesso.

  A história:

  Misao tem um dom de ver seres sobrenaturais. Não sabia ela se isto realmente era um dom ou uma maldição em sua vida. Desde que era muito nova, ela era atormentada por seres que viviam a dar um toque de medo e pavor ao seu dia a dia, seres que somente ela podia ver.

  Em sua infância, ela conheceu um garoto que conseguia ver os demônios que afligiam a pequena, e prometeu protegê-la para sempre. Mas este garoto foi embora de forma inexplicável e isso a deixou tão abalada a ponto de esquecê-lo completamente.

  Em seu aniversário de 16 anos, Misao presencia o retorno do garoto de suas lembranças, de um pequeno garoto para um lindo rapaz que ainda quer protegê-la e, a qualquer custo, possuí-la, mas ele tem um segredo. Kyo também faz parte dos demônios que a vida inteira a atormentou.

  Será que Misao irá realmente se entregar a tentação e a prometida proteção de Kyo?

  Personagens:
Harada Misao – 16 anos

  Características Físicas: Tamanho mediano, mas até alta por ser uma garota. É magra, do corpo estilo esbelto, bonito. Tem os cabelos também medianos, bastante loiros e lisos. Seus olhos são verdes claros e profundos.

  Personalidade: Misao era um tanto área e boba no começo da história, não que ela não seja mais, mas muito melhor do que era antes. É bastante justa, amorosa e luta por que quer a medida do possível. Embora pareça um tanto mimada e chorona, ela tem sentimentos fortes e prefere se sacrificar a ter que ver as pessoas que ama sofrerem, o que irrita e muito Kyo, que faz de tudo para protegê-la.

  O que mais gosta: Kyo.

  O que mais odeia: Ser perturbada por espíritos malignos.

  Usui Kyo – 20 anos

 Características Físicas: Bastante alto e magro embora não pareça tanto quando ele está sem seu habitual kimono. Tem os cabelos escuros, curtos e lisos e seus olhos são de um negro profundo e sedutor.

  Personalidade: A princípio bastante gentil depois bastante sério e ao mesmo tempo provocante e sedutor. Kyo tem variações de humor muito repentinas.   Ele chega de um príncipe mimado a um cavaleiro destemido em minutos. Seu jeito na verdade esconde seu verdadeiro ser, um jovem cheio de medos, mas muito corajoso e devotado por aquilo que deseja, luta com todas as forças por aquilo que quer, não importando os meios e as consequências. É carinhoso com quem ama e faz de tudo para proteger a quem quer bem. Um príncipe encantado com um ar perigoso. E sim, muito safado. (rsrsrs)

  O que mais gosta: Provocar a Misao.

  O que mais odeia: Coisas doces.

  Opinião da Pikachu – Traços:

  Lindos. A autora evoluiu e muito com o tempo, embora seus traços sejam bonitos desde o primeiro volume, com o passar do tempo percebe-se que aquilo que já era bom vai atingindo um estágio de quase perfeição.

  As cenas de maior transparência são as cenas de amor entre o casal, nas quais a autora, obviamente, dá bastante ênfase nos beijos e abraços entre os dois.  E nas cenas de luta, deixando claros os sentimentos de fúria, proteção e posse que Kyo tem por Misao.


Amor…*-*

  Opinião da Pikachu – História:

  A autora pegou uma história um tanto ‘batida’ do meio anime/mangá que com certeza faz sucesso, mas ainda sim existem bastante do gênero, que são as histórias de youkais, adicionou uma história de amor com uma personagem ‘indefesa’ e um ‘príncipe’ possessivo, o que também é bem corriqueiro, mas colocou também elementos novos e trama diferente. Embora sejam os youkais e uma personagem feminina indefesa ainda sim é novidade, pois a personagem não é tão indefesa assim e tem que lutar pra ficar com aquele que ama mesmo que precise arriscar a vida. A Misao é muito mais heroína que o Kyo, afinal ela que tem que sempre proteger os sentimentos e a fúria dele enquanto ele, mesmo forte, desaba quando o assunto é a própria Misao.


Olha a cara de pervertido dele! rsrs

  Além de que é uma história bastante madura onde as cenas são bem mais intensas e adultas. Não é hentai e está longe de ser, mas são cenas mais adultas.

  Difícil Acesso:

Pela internet sim. É possível encontrar em sites americanos para download, mas no Brasil o mangá já foi licenciado há mais de um ano, ou seja, se você quer acompanhar esta história terá que comprar o que eu acho muito melhor afinal você terá a história em mãos.

Black Bird está atualmente no volume 9. Sei que é difícil acompanhar mangás já nesse estágio da história, mas peço que leiam, pois vale muito a pena. Uma dica pra quem quer comprar é juntar dinheiro e ir aos eventos de anime, com certeza vocês terão um desconto em cima dos volumes mais antigos e sairá bem mais barato na soma final. O que acham?

  Qualquer dúvida, críticas, elogios ou sugestões de mangás para as próximas colunas enviem no email: pikachu-san@radioanimix.com.br, me sigam no twitter: @pikachu_san e entrem no meu blog Vamos Falar de Anime…?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: