Liga Extraordinária Século 2009 / Resenha

Escrito por Sr. Seu Panda, do blog parceiro Cruzador Fantasma.

Olá amigos do Cruzador Fantasma, hoje trazemos a resenha de uma HQ sensacional enviada pela nossa parceira Comix, e essa realmente é bem bacana, trata-se da HQ da Liga Extraordinária – Século 2009 escrita pelo mestre dos roteiros Allan Moore responsável por verdadeiras pérolas como Monstro do Pântano,WatchmenV de Vingança entre outros e desenhada pelo talentoso senhor da narrativa Kevin O’Neill que desenhou pérolas como Marshall LawA Era MetalzóicaJuiz Dredd e outras grandes histórias em quadrinhos.

LE_2009

A história acontece em uma Inglaterra ambientada no ano de 2009 e alguns dos heróis da Liga já sumiram e o enredo é centrado em matar o Anticristo, e Orlando, um imortal com 3 mil anos de idade, está à frente dessa missão, no início desse encadernado vemos Orlando transformado em homem participando de uma guerra onde ele perde o controle matando todo o seu pelotão e vários civis. Entre umas biritas e outras, encontra outro imortal chamado Coronel Cuckoo e eles conversam sobre tapetes voadores entre outras cositas más e sobre o que aconteceu.

24d2b1805e8ffe652b9aacdaaa151bdf

Ao voltar para a vida civil, nosso herói Orlando torna-se mulher novamente e em seguida é contatado porPróspero, um dos manda-chuvas do Mundo Brilhante que está possesso por ele ter abandonado a missão de destruir o Anticristo, a Criança Lunar, como eles chamam. Durante essa “chamada de saco”, Prósperoordena que Orlando vá atrás de Allan e Mina, a fim de que possam destruir o Anticristo de alguma forma, vale lembrar que a Liga Extraordinária não conseguiu impedir isso anteriormente.

Com essa missão de tentar impedir o fim sombrio da existência Orlando sai à procura dos heróis, que vale lembrar um deles, Allan Quatermain voltou a se drogar e que agora é um mendigo e  Mina  que é controlada por remédios em uma instituição um tanto quanto duvidosa onde vemos atendentes e enfermeiras com uniformes sugestivos de dominatrix.

collage

Uma das coisa que mais chamou minha atenção nesse encadernado da Liga extraordinária é a quantidade de referências que Allan Moore usa para ambientar os personagens dessa HQ, ao utilizar-se de personagens conhecidos da cultura pop e de seriados, ele consegue surpreender por usar Harry Potter na alcunha deAnticristo e Mary Poppins como uma divindade (pra mim so pode ser Deus), isso é sensacional, usar essa quantidade imensa de easter eggs faz com que o trabalho se torne único e rico fazendo que os leitores prestem atenção atentamente nesses detalhes.

QOEPk

Você deve estar se perguntando “Será que realmente é o Harry Potter que aparece como Anticristo?” Sim meus queridos, é ele sim, e além dele temos Hogwarts, o trem que leva os feiticeiros para lá, o interior da escola com aquelas escadas que se movimentam, os garotos com uniforme escolar muito parecido com o do personagem (OK, somente um aparece, mas deixa a mágica da imaginação dizer que todos usam!) e um deles, o Anticristo, utilizando uma varinha mágica mandando ver na mutilação e transmutação das pessoas daquela escola e todo mundo sabe que Allan Moore é meio mimizento,  não curte muito esse material mainstream e essa referência ao Harry Potter pode ser uma pitadinha de criticismo quanto ao bruxinho criado pela autora JK Rowling.

hogwarthell

Voltando ao que interessa, após a visita em Evil Hogwarts, Orlando e Mina voltam ao apartamento dele e lá encontram-se novamente com Próspero e informam ao chefe que Allan Quatermain não está preparado para a batalha final masque  também tem uma pista de onde o Anticristo se encontra.

Chega o combate decisivo contra o Anticristo, o Garoto Lunar que acontece num bairro inglês em frente a uma casa que parece não estar ali, Orlando e Mina juntamente com Allan Quatermain, que chega para ajudar depois de tomar vergonha na cara e assumir seu papel nessa história antes de tentar suicidar-se, lutam com o demônio até o nosso drogado querido levar uma rajada de raios por um local um tanto estranho de ser disparado por um vilão e morre para logo em seguida, após um chamado desesperado de Orlandocom a sua espada e quem vem ao seu socorro? A figura de Mary Poppins (que pra mim é a representação de Deus) para apagar e lavar o Anticristo da existência literalmente.

LXG2009_antichristpenis

Liga Extraordinaria – Século 2009 além da história vem com informações referentes a outras ligas, inclusive a americana que tem alguns dos personagens mais icônicos do cinema e da TV nela, enfim para quem gosta do trabalho desses dois monstros da arte sequencial essa HQ é mais do que indicada tanto pela história como pelos extras e vale lembrar que esse encadernado tem em duas opções, capa dura e brochura.

Abraço e até a próxima postagem!

DADOS DA PUBLICAÇÃO

dadospublicacao

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: